12 de agosto de 2015

na hora que a gataria souber cantar... e contar

peter o,sagae


Hora boa
para contar e imaginar gatos com a parlenda Dois gatos fazendo hora, de Guilherme Mansur, com as ilustrações em colagens de Sônia Magalhães (SESI-SP Editora, 2013). Porém, não pense que temos aqui só uma mnemonia, não... O poeta vai aos números e às palavras, saltando entre os minutos de dez para daqui a pouco, dez em ponto, dez e um, dez e dois...


... até dez e lá vai pedrada, com um refinado e fácil senso de humor, contando como dois gatos brincam alternadamente em seu ritmo particular.


Por isso, não é à toa que a ilustração alterna formas cheias e vazadas, preto e branco, página adentro, página afora, com dois gatos que às vezes parecem muitos, às vezes enroscam-se e são um só, vejam só.


E os gatos da Sônia me fazem saltar para o passado – ou o presente. Hora boa para contar a “História de uma gata” e pensar por que, de noite, não podíamos cantar assim, imitando miados. Gato não serve apenas para aprender os números, as horas. Gato também ajuda a contar história, ou História, entenderam?


Do livro Os saltimbancos que a Sônia Magalhães também ilustrou...


Veja também a postagem anterior ☺ [aqui]

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores