9 de julho de 2020

a maior presa de ming



☆ O HOMEM SEGUIU no encalço do gato. Sem refletir. Ming tornou a subir os poucos degraus que havia descido, mantendo-se perto da parede, escondido pela sombra. O homem não o tinha visto, ele sabia. Ming saltou sobre o parapeito do terraço, sentou-se e ficou lambendo uma pata, a fim de se recuperar do impacto e recobrar as forças. Seu coração batia ligeiro, como se estivesse no meio de um combate. E um ódio corria por suas veias. Um ódio que queimava os olhos enquanto, encolhido, ouvia os passos incertos do homem que naquele momento subia as escadas, logo abaixo dele. Teddie agora estava em seu campo de visão.

☆ Ming retesou-se preparando o pulo e então saltou... ☆☆

Um trecho "aleatório" do pequeno livro de Patricia Highsmith — OS GATOS: três histórias, três poemas, um ensaio e sete desenhos, publicado pela L&PM Pocket, com tradução de Petrucia Finkler (2011) p. 69 #FiqueBem #FiqueFirme #FiqueEmCasa #AbreAspas2020



P.S. O primeiro romance de Patricia Highsmith — STRANGERS ON A TRAIN — foi adaptado ao cinema por Alfred Hitchcock, em Pacto sinistro (1951); ela também é autora de O TALENTOSO SR. RIPLEY, duplamente interpretado nas telas, por Alain Delon, em O sol por testemunha (1960), e Matt Damon (2000).

dois gatos fazendo hora



☆ DEZ E SEIS

Um gato anda sumido.
Do outro eu nem sei. ☆

Uma abertura de páginas com os dísticos da parlenda de Guilherme Mansur e a ilustração de Sônia Magalhães, no livro DOIS GATOS FAZENDO HORA, publicado por SESI-SP editora (2013) pp. 20-21 #FiqueBem #FiqueFirme #FiqueEmCasa #AbreAspas2020

Leia resenha >>
na hora que a gataria souber cantar... e contar

orações na arca



☆ ORAÇÃO DA GATA

Senhor,
sou eu a gata!
E não há exatamente nada
que eu queira pedir...
Não!
Nada peço a ninguém!
Mas se o Senhor tivesse, por acaso,
lá nos recônditos do céu
um rato branquinho
ou um pires de leite...
Sei de alguém que saberia saboreá-los.

A propósito,
num desses dias,
o Senhor não amaldiçoaria
todos os cães do mundo?
Porque aí, sim... eu diria
que assim seja! ☆

Um poema com a leve ironia de Carmen Bernos de Gasztold, religiosa francesa que lançou seu livro ORAÇÕES NA ARCA de um modo praticamente independente, em uma pequena tiragem, através do selo Éditions du Cloître (1955) que traduzi e retraduzi em diferentes momentos, para um programa de rádio, para compartilhar na Internet e finalmente para uma publicação impressa em papel, ilustrando com silhuetas #2noTelhado (2018) p. 22 #FiqueBem #FiqueFirme #FiqueEmCasa #AbreAspas2020
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...