17 de julho de 2016

o que vem depois do OVO?

Julho Amarelo 2 Peter O.ô Sagae


Havia um ovo no mar e no céu
um ovo boiando náguas
uma sereia num barquinho de papel

Era um ovo que voava
no imenso azul e uma nuvem
que abaixo lançava âncora

Era tudo isso e era um peixe
um peixe que nasceu do ovo e caiu
no fundo de um aquário

Esse aquário era seu mundo!

Era um livro com letra de mão, imagens, colagens e a barca louca das palavras da Ana Raquel. O que acontece depois é um desafio à mente poética de cada leitor, pescando links e histórias em torno do OVO #larousse (2008) #anaraquel #literaturainfantil + 4 imagens e travessuras do livro para você...


P.S. Não posso esconder a alegria que dá um livro de Ana Raquel. É uma viagem literária por caminhos inteiramente novos e diferentes para cada leitor porque se fazem sem um roteiro prévio, a partir de um arcabouço ou arca-ovo de palavras e imagens que a autora combinou sobre a tela-página de seu livro. Não existe uma só narrativa, daí que é possível relatar algumas histórias num fluxo infinito como deve ser o pensamento – ou o sonho.


Por exemplo, o poema que escrevi não é um poema (ou é um poema) inspirado logo nas primeiras viradas de página do livro, numa sucessão de imagens e ideias. Minhas e dela, dela e minhas também. Somos os atores coparticipantes da mesma brincadeira. Apenas é preciso saber que Ana Raquel alerta o leitor: NADA É MUITO... TUDO É MÓVEL e assim ela estabelece as regras do nosso jogo.


Para pequenos leitores, em fase de explorar a própria oralidade, ou na idade de fixar os primeiros códigos da linguagem escrita, o livro se abre livre e provocador. O principal elemento de coerência é a duplicidade, os pares opositivos e complementares, o questionamento entre o que vem antes e o que vem depois... Assim, temos lua e sol, noite e dia, navio e avião, uma ampulheta com areia e peixe, um gato de olho, o tempo, fragmentos, estrelas, baleia, um pouco de ciência e uma colherinha de filosofia, paz e voo e mais: toda uma estranha encantaria onde a palavra é vista como parte do desenho, onde as figuras são sujeitos e objetos em busca de explicação. O que vem depois do OVO, senão o mundo inteiro e suas partes?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores