15 de julho de 2016

na companhia de um cão

Julho Amarelo 1 Peter O.ô Sagae


Férias inspira fazer castelos de areia na praia, não é mesmo? Às vezes, a brincadeira é boa o suficiente e, sozinhos, invadimos as terras do FAZ DE CONTA, inventando reinos venturosos e perigos distantes. Às vezes, não! Neste livro de imagem com roteiro de Tino Freitas e desenhos de Romont Willy, um menino recebe o auxílio na companhia de um cão que lhe entrega um graveto... ou seria um cavalo? uma lança? uma espada? um cajado mágico? #sesispeditora (2015) ‪#‎literaturainfantil‬ #tinofreitas #romontwilly #livrodeimagem


Correndo pela praia, chega o cão e chama a atenção do menino. A coleira vermelha é importante marca do personagem. Nas cenas do faz-de-conta, iremos identificar sua função como auxiliar mágico na forma de um duende com cinturão vermelho, ou uma fada...


ou mesmo um gnomo com bigodes de rato e dedos pegajosos de sapo, até mesmo um basilisco, meio batráquio, meio serpente, com asas!


É bastante clara a separação do plano da brincadeira na praia e o plano do faz-de-conta, articulando imagens a traço e ilustrações coloridas. A narrativa possui um caráter de anedota: veremos, após uma onda desbaratar o jogo da imaginação do menino e seu cão, um momento de calmaria... o menino desenha as suas aventuras na areia com o graveto, o cão é apenas um cão correndo atrás de sua bolinha – vem outra onda e, na última página, o leitor vê “outra coisa” se insinuando no mar! O que será?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores