31 de março de 2013

dos animais para os livros

O’ABRE ASPAS para Jorge Luis Borges


Ilustração de Ester Garcia Cortes para o guia e campanha de leitura do Centro Internacional del Libro Infantil y Juvenil (CILIJ) da Fundación Germán Sánchez Ruipérez, em 2010, e uma lista curiosa para desensinar nossas crianças nos jogos imaginativos e outros artifícios inquietantes de Jorge Luis Borges, quem ordena, leva, condena, liberta nossa percepção à certa enciclopédia chinesa, chamada Empório Celestial de Conhecimentos Benévolos...

“Em suas distantes páginas está escrito que os animais assim se dividem:

a) pertencentes ao Imperador,
b) embalsamados,
c) amestrados,
d) leitões,
e) sereias,
f) fabulosos,
g) cães sem dono,
h) incluídos nesta classificação,
i) que se agitam feito loucos,
j) inumeráveis,
k) desenhados com um pincel finíssimo de pelo de camelo,
l) etc.,
m) que acabam de quebrar um vaso de flores,
n) que, ao longe, assemelham-se às moscas.”


Feliz Páscoa com um fragmento do conto “O idioma analítico de John Wilkins”, publicado na antologia Outras inquisições, de Jorge Luis Borges (1952).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores