18 de agosto de 2009

Um livro para fisgar poesia


De Lalau e Laurabeatriz, HIPOPÓTAMO, BATATA FRITA, NARIZ: tudo deixa um poeta feliz! (DCL, 2009)

Poesia sobre quase tudo: bicho, planta, gente: o que deixa um leitor feliz? Uma aliteração alinhavando Lalau e Laurabeatriz, ou a rima do nome dela com seu nariz? É divertido e oportuno começar a trocar as coisas de lugares, desde a capa do livro. Então, veja bem: as imagens aí se espalham num bailado — ou, num diagrama coreográfico, em que a relação palavra&imagem começa a movimentar a atenção do leitor. Tem hipopótamo, claro que tem — e batata frita também? O que evoca uma cor e lembra certa forma são analogias tantas! Vamos buscando elos de sentido aqui e acolá, compondo pares, comparando elementos, uma palavra, um desenho, outro desenho — e uma ideia qualquer, gaiata e ligeira, surge. De repente, vai embora...

Um processar de descobertas acontece igualmente antes de o poema bater no papel — é preciso um fisgar raio-como-quê para dar palavra a um alumbramento. E bem assim, ou quase assim, saem estes poemas de Lalau, sortidos e livres, brincando num vai-bem de semelhanças: sono é nuvem de mel, chuva são guizos, criança não tem diferença de uma estrela-do-mar, cobra fica igual à mola, quando se enrola e prepara o bote...

Mas, muito mais que comparações inusitadas ou feitas a partir do perfil de um triângulo ou de um círculo, Lalau se divertiu com outros lances de relação. Veja só que o livro tem um poema para o que tem embaixo das coisas, um poema para o que tem dentro das coisas e outro poema para o que tem fora das coisas — textos que jogam com o óbvio e o inesperado, nalguns versos a mostrar que “Embaixo do pinguim, / Tem gelo. / Embaixo do beduíno, / Tem camelo.”, “Fora do tatu, / Tem buraco”, ou “Fora da lâmpada, / Tem Aladim.”, lembrando letra de canções de Nando Reis e a simplicidade bem humorada de José Paulo Paes, dando voz de criança à esperteza que existe/resiste em todos nós. É muito saboroso também “Um poema para os professores” que encerra o percurso de treze textos desenhando ideias e ideais de um mundo melhor rimado.

E os desenhos de Laurabeatriz? Indefectíveis, mantendo a sobreposição de seres viventes, voadores, caminhantes, com pétalas, bico, olhos e rabo de cometa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores