27 de outubro de 2011

no vento da leitura

dobras de uma oficina


Na mais doce tranquilidade, Virgínia caminhava pelo campo, como de costume. O canto dos pássaros, a brisa suave balançando as folhas das árvores e as flores... Sobre a cabeça, a mulher carregava uma bacia com seus três filhos. Enquanto caminhava, as crianças brincavam ao vento, observando os movimentos de um pano... no ar! De repente, as crianças foram levadas. Livremente, virando cambalhotas, felizes, elas brincavam cada vez mais longe, levadas, levadas pelo vento. Até que surgiram várias árvores cobertas de passarinhos, onde as crianças tentaram se agarrar. No entanto, um vento mais forte levou as crianças adiante...

** Vera, Maristela, Andréa, Gabriela e Vanessa


Rosa desce a ladeira, leva na cabeça uma bacia com roupas e seus três filhos, ali à espreita. Com o soprar do vento, uma toalha voa e as três crianças lançam-se junto à brincadeira. Livres, leves e soltas vão para a fantasia. Sentem-se voando felizes por entre flores, árvores e pássaros. Delicadamente embaladas pelos pássaros, chegam a um lindo tapete verde florido. Mas... Oooh! É o lombo de um elefante verde! De lá, escorregam pela tromba e brincam entre os grandes animais coloridos. A mamãe entra na brincadeira e encantada assopra uma flor. Num piscar de olhos, Rosa está pendurando as roupas e as crianças num varal. Que estranho! Elas acordam assustadas, mas percebem que ainda estão na bacia que está sobre a cabeça da mãe seguindo, caminhando, descendo a ladeira...

* Daise, Dário, Ilse, Neusa, Sabrina e Sandra


Dois registros de leitura produzidos a partir do texto de Elma: VENTO (Global, 2008), realizados na oficina À Leitura dos Livros de Imagem, durante o I Encontro para Formação do Professor-Leitor, em Picada Café, abril de 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores